Mistérios sobre o boato (manifestamente exagerado…)

Este texto do Correio da Manhã é no mínimo curioso:

– o jornalista explica, entre outras coisas, o que se passou ontem com a informação falsa transmitida pelo Expresso (e revela por exemplo que o boato chegou a várias redacções mas que só o Expresso o ‘agarrou’);

– o jornalista descreve a informação como um boato mas garante/afirma que o Benfica nada teve a ver com a sua difusão. Ora um boato/rumor, por definição, não tem origem definida, por isso é que é um boato; além do mais – não duvidando que seja verdade – como é que se pode garantir uma coisa destas: «apesar de o Benfica nada ter tido a ver com a difusão do boato nem com a falsa informação que fizeram chegar ao CM»?